segunda-feira, maio 03, 2010

Auto-importância: um momento de humor

Uma das poucas coisas que eu aprendi na minha perra vida é que nada expõe mais um ser humano ao ridículo que o sentimento de auto-importância. A ilusão de ser especial, único, indispensável em algum processo ou para alguém. Todo mundo é uma bosta, incluindo eu e você.
Como diz meu amantíssimo professor de derbake: "Na verdade, o ser humano é muito burro. Todo mundo é muito burro. Tem uns caras assim como Cristo, Einstein, um tantinho acima da média. Mas o resto é tudo muito burro." Sábias palavras.

Mas aí você circula em meios especializados na Internet e todo mundo enche sua bola. Entra num curso de pós-graduação e as pessoas vem elogiar seu conteúdo e importância. E aí que você esquece as coisas que aprendeu e faz a grande cagada: acredita!!!

O tempo, entretanto, é bom professor.
E então fica claro que você está importunando com sua demência pessoas que jurava estar apoiando ou integrando.
E se toma de pertencimento em grupos que não te pertencem. Que nunca te pertencerão, porque existe um abismo de idéias e de geração.
Aí, de repente, você passa na frente do espelho e vê sua maquiagem de palhaço.

Estou rindo de mim mesma até agora... rsrsrsrsrs

2 comentários:

casadabrima disse...

putz.

Anônimo disse...

Desculpe, mas discordo. Te leio há algum tempo - quem sabe há anos, até! Nunca comentei nada nadinha, mas achei q agora devia.
Não é bem assim. Pode ser, quem sabe, na vida acadêmica. Mas me recuso a acreditar q é assim na vida, entre ser humano e ser humano. Somos, sim, especiais uns para os outros e há pessoas q são especiais para nós a vida inteira, mesmo qd não conseguimos mais dar a atenção q gostaríamos. Ou deveríamos.
Prova disso é q passo por aqui, volta e meia, para saber meio anonimamente como vc (ou vcs?) estão. E não é por mera curiosidade ou capricho é por gostar, mesmo. É para tentar sentir se está td bem, de alguma forma.
Talvez - só talvez - vc saiba quem sou eu, pela forma de escrever. E se souber, é mais um argumento a meu favor. ;)