terça-feira, fevereiro 08, 2011

Ensaboa

Acabo de lavar, enxaguar, secar, quarar, passar e engomar a alma com uma amiga muito querida.
Uma amiga que tem a estranha peculiaridade de entender minha alma sem muita explicação, de ler além do que os olhos veem. Anjo tão humano. Uma das que ficou, do expurgo de 2010. E ficará para sempre, porque vem de muito antes e vai muito além.
Fico culpada, sempre com a sensação que ofereço muito menos que a enormidade que ela me concede.
Esse post é só pra te dizer, moça, que a vida fica mais leve com você por perto. Sempre.

2 comentários:

Ket, la Blair disse...

'expurgo de 2010' ahsuahs
saudades!

grita se me ver e eu grito se te achar antes!

Samya Ju disse...

Ah, criatura única! Saudades de ler a senhorita, viu.
Bjo